sábado, 25 de agosto de 2012

O meu chato mês de agosto

Julho é um dos meses mais chatos da história Mas Agosto, por incrível que pareça, ganha dele. A começar por ser um mês sem um feriado sequer - ao menos em Julho, no estado de São Paulo, temos o dia nove para tentar dar aquela relaxada e/ou desestressada, embora este ano eu tenha usado o dia para ficar em casa quase de molho por causa de um resfriado que ganhou proporções grandes alguns dias depois.
Agosto é monótono. É inverno, mas não faz muito frio. Eu saio de casa e está ventando. Visto a blusa. No meio do caminho, aparece aquele sol e tudo fica abafado. Tiro a blusa. Na hora de voltar para casa, não sei se visto ou se fico sem blusa, porque é um misto de tempo quente e abafado com vento frio. O clima não colabora em nada, principalmente no que diz respeito à baixa umidade relativa do ar: não chove, daí junta a poluição com o ar seco. A pele, coitada, pede água. Muita água. E a garganta também.
No trabalho, não é diferente: revista chata para fechar e prazos apertados. Olho para frente e conto os dias para setembro chegar logo - férias! Mas até lá, muito trabalho e pouca diversão (fazem de Lucie uma "bobão" - pra rimar toscamente). Sem novidades no front, mas pelo menos tive uma mostra dos irmãos Coen para me fazer contar as horas. Só vi quatro filmes, pois o cansaço e a desinformação impediram-me de pegar algumas sessões. Bem, ao menos revi Fargo, O Grande Lebowski, O Homem que Não Estava Lá e Um Homem Sério
Café, que há anos esteve longe de minha dieta, está com força total. Só cafeína para recarregar minha Duracell gasta. 
Eu, sinceramente, sinto muito por quem faz aniversário em Agosto. Além de estar sob os signos mais chatos do universo - Leão e Virgem, que estão pau a pau com Áries e Câncer -, ainda festeja a nova idade em... Agosto. Meus pêsames. Mas ao menos podemos comemorar o Dia do Folclore, caso estejamos no pré ou primário. Peguem a cartolina e desenhem a Iara, o Saci-Pererê, o Curupira ou a Mula Sem Cabeça - ajuda o tempo passar mais rápido.
A boa notícia é que Agosto já está no fim. E sorte a minha de ter reduzido as chances de depressão ao publicar este texto bem no final desse mês chato. Tchau tchau, Agosto. Vai tarde.

2 comentários:

Alexandre disse...

falando mal dos cancerianos, hum. rs

Garota no hall disse...

PS: Eu sou canceriana hahaha.