sábado, 18 de dezembro de 2010

Cérebro-mestre? Muahaha

Fiz este teste de personalidade e me surpreendi com o resultado: INTJ - O Cérebro-mestre.


"Cérebros-mestre são raros, compreendendo não mais do que, digamos, um por cento da população, e que raramente são encontrados fora de seus escritórios, fábricas, ou laboratórios.(...) Eles adotarão ideias apenas se elas forem úteis, ou seja, se funcionarem eficientemente para atingir objetivos bem definidos. Apenas ideias que fazem sentido para eles são adotadas; as que não fazem não o são, não importa quem seja o autor.(...) Decisões vêm fácil a eles; de fato, dificilmente conseguem descansar até que tenham as coisas resolvidas e decididas.(...) 
Estes Coordenadores reclusos normalmente ascendem a posições de responsabilidade, pois trabalham por muitas horas, duro, e são constantes na busca de seus objetivos, não poupando o próprio tempo e esforço nem o dos seus colegas de trabalho e funcionários. Eles normalmente tendem a verbalizar o positivo e a evitar comentários de natureza negativa; eles estão mais interessados em mover a organização adiante do que em ficar remoendo os erros do passado. No entanto, eles às vezes podem ficar meio "ideia-fixa", o que pode ser um ponto fraco em suas carreiras, uma vez que ao focarem-se tão estritamente em suas carreiras eles podem ignorar os pontos de vista e os desejos das outras pessoas.
O imperativo dos INTJs é sempre o custo-benefício. (...) INTJs são os alunos de maior desempenho na escola entre todos os Tipos de Personalidade. E no trabalho, devido à tendência de conduzir os outros como conduzem a si mesmos, muitas vezes parecem exigentes e difíceis de satisfazer.(...)

Colegas de trabalho podem descrever o INTJ como "sem emoções" e, às vezes, frios e desapaixonados, quando na verdade eles estão apenas levando os objetivos de uma instituição a sério, e se esforçando continuamente para alcançar tais objetivos. Felizmente, a indiferença ou as críticas de seus colegas de trabalho não incomodam particularmente os Cérebros-mestre se eles acreditam que têm a razão. Em suma, eles são funcionários dedicados e leais cujas lealdades estão voltadas ao sistema, ao invés de que aos indivíduos dentro do sistema. Conforme as pessoas de uma instituição vêm e vão, estes NTs têm pouca dificuldade de continuar trabalhando em seus empregos -- ao contrário do NFs, que têm a lealdade envolvida mais com pessoas do que com projetos. (...)
O mais independente de todos os Tipos, o INTJ quer que seu companheiro/a além de independente, seja capaz de confrontar a por vezes formidável força de sua personalidade. O cortejo é particularmente um problema para os Cérebros-mestre, já que consideram a escolha de um bom parceiro como um processo racional, uma questão de encontrar alguém que se correlacione fortemente com a sua lista de exigências tanto físicas quanto intelectuais. Eles sabem rapidamente -- geralmente no primeiro ou no segundo encontro -- se a relação terá futuro ou não, e não perderão tempo em relacionamentos que pareçam pouco promissores. Em geral, Cérebros-mestres confiam em suas cabeças e não em seus corações para fazer essas escolhas, e portanto às vezes parecerão frios e calculistas. Mesmo em situações sociais mais casuais eles podem parecer frios e podem negligenciar a execução de pequenos rituais concebidos para deixar as outras pessoas sentido-se confortáveis em suas presenças. Por exemplo, INTJs podem comunicar que jogar conversa fora é um desperdício de tempo, e por conta disso as pessoas sentem um senso de pressa neles que nem sempre é intencional. Mas não se engane: as emoções de um INTJ são difíceis de ler, e é provável que nem um homem nem uma mulher deste Tipo seja particularmente saída ou emocionalmente expressiva. Pelo contrário, eles têm uma forte necessidade de privacidade e não gostam de contato físico exceto com umas poucas pessoas escolhidas. Apesar de tudo isso, porém, Cérebros-mestre são profundamente emocionais, até mesmo românticos, e uma vez decididos de que uma pessoa que é digna deles, eles se tornam companheiros apaixonados e leais, quase hipersensíveis aos sinais de rejeição de seu(ua) amado(a)."

Se eu sou o Cérebro, onde está o Pink? Bom, daí achei um site com mais descrições de INTJs que tinha esse adendo:
"Personagem ilustrativo no cinema: Jane Craig (Holly Hunter) em Nos Bastidores da Notícia"
Ah, só porque eu fiquei o filme inteiro admirando essa mulher, é?

E um video para descrever esse resultado:



2 comentários:

Renato disse...

Lucie, você poderia nos fazer dois imensos favores?

Favor 1: alterar o hyperlink de "este teste do inspiira" para algo que diga "teste de personalidade";

Favor 2: atualizar o link para www.inspiira.org.

Fizemos um super upgrade semana passada, e estamos tentando amenizar ao máximo o impacto que isso terá no ranking do Google.

Valeu, Lucie. Muitas felicidades para você. E fique esperta que jajá lançaremos uma rede social bem bacana.

Um forte abraço!

Renato G.
Projeto Inspiira

Garota no hall disse...

Favores acatados ;)